Além das belezas naturais, como os manguezais, e umas das praias mais belas do litoral do Estado, com suas restingas e piscinas naturais, a cidade guarda também riquezas culturais, como construções históricas e aldeias indígenas.

O QUE FAZER EM ARACRUZ?

PRAIAS

Nas praias Formosa, Coqueiral e Mar Azul, os destaques são as águas calmas e protegidas por recifes, molduradas por piscinas naturais. Em Sauê, a mata preservada e o rio que forma uma lagoa enfeitam o cenário. Já em Putiri e Barra do Riacho, o mar agitado atrai os surfistas.

Já a praia dos Padres é um pouco mais agitada restaurantes e pelas boas condições para a prática de esportes náuticos como Stand Up Pedal.

PASSEIO DE ESCUNA

Um dos passeios mais bonitos da região é o de escuna pela Reserva do Manguezal Piraquê-Açu. O tour tem duração de cerca de duas horas e apresenta toda a biodiversidade do encontro do rio com o mar.
São cerca de 30 minutos navegando por águas bem calmas pelo Rio Piraquê-açu, com parada na plataforma flutuante para quem quiser tomar banho de rio ou apenas contemplar o visual sem desembarcar da escuna. No verão, esta plataforma costuma funcionar como bar, vendendo bebidas e petiscos; já na baixa temporada não oferece esse serviço, funcionando apelas como ponto de apoio do passeio que é super tranquilo, em meio à natureza, com paisagens lindíssimas durante todo o trajeto.
Essa região é o maior manguezal do Espírito Santo e 5° maior da América Latina, e reúne três ecossistemas diferentes: além do manguezal, a restinga e a mata atlântica.

ALDEIA INDÍGENA

Aracruz é o único município com índios aldeados no Espírito Santo: 2 etnias (Tupiniquins e Guarani) e 9 aldeias. Os tupiniquins já perderam algumas de suas características culturais, mas os guaranis permanecem com língua, artesanato e manifestações culturais próprias.

Além de conhecer os costumes e as tradições dos índios, nesta visita é possível acompanhar de perto a produção do artesanato típico, que possui variedade de bijuterias feitas com sementes coloridas, palha e madeira; cestos e peneiras à base de palha e cipó; e panelas de barro.

Para grupos maiores eles também fazem apresentação de coral e almoço típico. É necessário agendamento prévio, feito mediante disponibilidade.

ESTAÇÃO DE BIOLOGIA MARINHA AUGUSTO RUSCHI

A EBMAR é uma reserva natural, dedicada a pesquisas, cultura e educação, fundada em 1970 pelo cientista Augusto Ruschi, o patrono nacional da ecologia, e é legalmente constituída como um instituto de caráter socioambiental e sem fins lucrativos. Por lá, você vai encontrar praias, mangue e formações rochosas que formam diversas piscinas naturais, formadas pela baixa da maré. Além dos belos beija-flores que fazem parte da história de Augusto Ruschi.